domingo, dezembro 16, 2012

O NÚMERO 3 E OS CELTAS

Os Celtas acreditavam que o número 3 e que todos seus múltiplos eram sagrados.

Mas o que terá o número 3 de sagrado ? Qual seu significado ?

O número 3 tem a vibração do Planeta Jupiter, planeta da expansão,representa o idealismo, o movimento,educação superior e fé. É o número das Tríades Sagradas e representa o corpo, mente e espírito. 1-2-3 foram os primeiros números que o homem compreendeu, a formação de um triângulo pai-mãe- filho.

Para a cultura Celta, há duas configurações primárias que simbolizam o sagrado três: São o trefoil, moldado como o trevo irlandês, e o triângulo invertido, freqüentemente referido como o Triângulo da Manifestação. O interessante é que eles consideravam os múltiplos de 3 com a mesma importância que o 3, e o mais importante múltiplo de três era o nove – a manifestação natural do três vezes o três.

Quando a ciência da matemática começou a se tornar mais popular no século XVII, os Celtas acharam que eles estavam certos na sua escolha do nove como manifestação de um número mágico. Nove não era apenas o múltiplo natural de três, mas era também o número que podia voltar magicamente a si mesmo, e assim ele passou a ser um símbolo do poder criativo e da energia.

O nove também foi associado em muitas culturas aos mistérios da lua e, como a lua, o nove volta a si mesmo, não importa como ele é manipulado.

Teste você mesmo. Multiplique qualquer número por nove, some os números da soma resultante e você terá o nove. Isso nunca falha. Por exemplo, multiplique 9 por 5. O resultado é 45. Separe o 4 do 5, some-os, e você terá o 9.

O triskle (triskele, triskelion ou tryfot), achados arqueológicos em terras Celtas, da Irlanda à Europa Oriental, atesta sua ampla adoção pelos Antigos. Sua forma tem a ver com o fluxo das estações e, por consequência, representa a própria Deusa Tríplice (Donzela, Mãe e Anciã), bem como as 3 fases da lua (crescente, cheia e minguante) e Os 3 Reinos Celtas.

Os 3 reinos Celtas, eram vistos da seguinte forma:

- O Céu que está sobre nossa cabeça, ele nos oferece o Sol, a Lua, as estrelas e as chuvas que fertilizam o solo.

- A Terra que está sob nossos pés, ela nos dá o alimento, nos abriga e faz tudo crescer, são as raízes fortes das árvores.

- O Mar é a água que está em nós, representa o Portal para o Outro Mundo, ela sacia a sede e nos dá a vida, pois sem a água tudo perece e morre.

Essa cosmologia é bem diferente dos quatros elementos da visão Grega, pois os Celtas viam tudo na forma de tríades. E cada reino era visto como um grande caldeirão sustentado por 3 pernas, que por sua vez, também possuíam mais 3 atributos (Mundos).

Os 3 mundos são compostos da seguinte maneira:

- O Outro Mundo: onde os espíritos, Deusas e Deuses vivem.

- O Mundo Mortal: onde nós e a natureza vivemos.

- O Mundo Celestial: onde as energias cósmicas como o Sol, a Lua e o vento se movem.

"Para os Celtas, a vida significava movimento e dinamismo, e por isso não havia alternativa possível: descartada a opção de ficar quieto, sob pena de ser destruído pela incessante ondulação da existência, a única coisa que restava a fazer, era seguir andando com ela." Em seus símbolos o movimento é nítido, basta observar.

por Papoula Brasil

Om Shanti


Nenhum comentário:

Postar um comentário