quinta-feira, junho 18, 2015

Pensamentos de uma Loba

A pedidos dos leitores resolvi criar o Blog Pensamentos de uma Loba no Facebook, uma ramificação do Blog da Loba com meus escritos, pensamentos, poemas, críticas e compartilhamentos de páginas amigas, curta e confira! Acesse: https://www.facebook.com/pages/Pensamentos-de-uma-Loba/733391933400923?pnref=lhc


quinta-feira, fevereiro 19, 2015

Arte




"Arte faz parte e quem não faz algum tipo de arte não vive! Arte como a vida está em constante metamorfose, e quem não se permite ser livre é esquecido pelo tempo..."

Tathyana Martins

sexta-feira, janeiro 30, 2015

Desabafo de uma mente inquieta

Percebo que cada vez mais as pessoas só se interessam pelo o que você é ou o que tem a oferecer, essa busca de status e interesse enfraquece as relações humanas no sentido que a essência foi esquecida e o superficial se torna mais importante.

Ledo engano, pois as pessoas vivem na superficialidade, tornando a vida algo descartável, isso como forma de preencher um vazio que elas mesmas criaram por viver suas vidas na superficialidade.

Amizade, amor, confiança, caráter e verdade, estão perdendo seu sentido natural, devido às competições de status e sentimentos que são usados em sentidos opostos ao natural.

Você já pensou sobre o porquê tanto ódio, disputas e mortes acontecem cada vez mais, é como se o planeta estivesse ironicamente dando o ‘troco’ na humanidade, por sermos tão mesquinhos e cruéis com nós mesmos. Estamos pagando pelo o que fizemos, pela falta de sensibilidade, compaixão, de enxergar a verdadeira essência em nós e no próximo.

O sentimento de solidão é uma das características dessa busca por algo que é difícil de encontrar nas pessoas, principalmente nos amigos que nos cerca, a energia verdadeira está se extinguindo, e são raros os que podemos encontrar e confiar, você já pensou nisso!

No mais, busco nas pessoas o mais simples, a verdadeira essência, quero um olhar sincero, um abraço apertado, um toque amigo, palavras de coração, apenas você e nada mais.


sexta-feira, janeiro 16, 2015

Sina

Vou te contar das coisas que sei...
Das vindas e idas da minha alma, descansada vagava entre os mundos,
Imagens tristes e belas emocionaram o meu ser, e desde a partida soube escolher, o verdadeiro sentido do meu ser.
A amizade é o pilar que sustenta muitas coisas e poucas sabem dar o verdadeiro valor,
Não tenha medo de tentar, se for recíproco encontrará um novo mundo a desbravar...
Não feche a porta do teu ser, conheça o bem e o mal, e terás a lição que te cabe.
A vida é breve e precisa ser regada de paixões, ilusões, erros e acertos... o bem e o mal faz parte, mas qual será tua escolha em cada parte!
Vivo calma e intensa, sentidos equilibrados, o ego abafado, livre para pensar, sentir e agir...
Luxúria, paixão, tesão que me envaidece, eis que tenho a liberdade em minhas mãos,
Pois sou livre, sou libertina!